lisboa-pt-capa

Lisboa, Portugal: roteiro bairro a bairro, hospedagem e bares

Apesar de ser a maior cidade de Portugal, Lisboa está longe de ser uma São Paulo então é bem fácil se locomover por lá.

Em 3 dias inteiros, conseguimos conhecer a cidade e fazer um bate e volta até Cascais, mas tudo depende do seu ritmo de viajante.

Veja os principais bairros de Lisboa e os pontos interessantes para você conhecer:

Melhor Câmbio Euro

Bairro de Belém

Minha sugestão é fazer o bairro de Belém no começo do dia porque se você for de transporte público a estação não é assim tão perto da Torre, ou seja, você vai andar bastante (cerca de 1,7km). Também tem a opção de pegar um patinete ou bicicleta compartilhada do Padrão dos Descobrimentos até a Torre de Belém, basta ter internet no celular.

padrao-dos-descobrimentos

A praça onde está localizada a Torre de Belém é bem agradável e depois de uma caminhada dessas, vale a barata pra tomar um vinho (há alguns food trucks por lá) ou até mesmo fazer o seu próprio picnic.

Por conta da fila, eu não cheguei a entrar na Torre de Belém. Mas em Maio de 2019 o bilhete custava 6 euros. No priemiro domingo de cada mês a entrada é gratuita. Para visitar o  você pode compar um bilhete que inclui os dois e sai por 12 euros.

torre-belem

Mosteiro dos Jerônimos

Mosteiro dos Jerônimos

Depois de passar no Mosteiro dos Jerônimos, aproveite sua ida ao bairro para provar o mais típico pastel de Belém do mundo no Pastéis de Belém que conto melhor nesse post.

Olha a fornada

Olha a fornada

Cais do Sodré

Se sobrar tempo e disposição, quase em frente ao Museu Nacional dos Coches você pode pegar o bonde número 15 e descer no Mercado da Ribeira no Cais do Sodré, também conhecido como Time Out Market Lisboa porque ficam no mesmo espaço. Minha sugestão é já carregar o cartão do metrô com uma passagem ou ter moedas para fazer o pagamento. O fato é que o bonde estava tão cheio de turistas que ninguém confere o pagamento, mas estamos partindo do princípio que você é honesto em qualquer lugar do mundo, ok? 😉

Bonde número 15

Bonde número 15

O antigo Mercado da Ribeira tem ótimas opções para almoço ou jantar. Na nossa visita a parte antiga já estava fechada mas o lado do Time Out Market estava a todo vapor com diversas opções gastronômicas. Veja mais detalhes nesse post.

time-out-market-lisboa

 

Bairro de Alfama

Após o almoço você consegue conhecer o bairro de Alfama saindo do Mercado da Ribeira de tuk tuk. Vale muito a pena por conta das subidas e descidas e na volta nosso guia ainda nos deixou no hotel rs (foi uma cortesia, não é uma regra ok?). É um passeio que vale a pena se você estiver em duas pessoas ou mais, alguns tuk tuks levam até 6 pessoas confortavelmente.

Tuk tuk por Lisboa

Tuk tuk por Lisboa

alfama-lisboa

As casas coloridas pelas ruas de Lisboa

As casas coloridas pelas ruas de Lisboa

O tour passa pela Catedral da Sé, Miradouro das Portas do Sol, Miradouro da Senhora do Monte,  Mosteiro de São Vicente, Panteão Nacional, Museu do Fado e Casa dos Bicos. O nosso passeio (em Maio/2019) custou 20 euros por pessoa.

Sé de Lisboa

Sé de Lisboa

Miradouro das Portas do Sol

Miradouro das Portas do Sol

Miradouro da Senhora do Monte

Miradouro da Senhora do Monte

No Miradouro da Senhora do Monte dá pra curtir o pôr do sol com música

No Miradouro da Senhora do Monte dá pra curtir o pôr do sol com música

E dá pra deixar um cadeado do amor também

E dá pra deixar um cadeado do amor também

Mosteiro de São Vicente

Mosteiro de São Vicente

museu-do-fado

Casa dos Bicos

Casa dos Bicos

O nosso guia deu a opção de ficarmos pelo bairro e ver alguma apresentação de fado nos bares e restaurantes, mas como em um só dia fizemos o bairro de Belém, Cais do Sodré e Alfama, optamos por descansar no hotel.

Finalizamos o tour experimentando ginja, um licor de chocolate típico de Portugal

Finalizamos o tour experimentando ginja, um licor de chocolate típico de Portugal

Bairro do Chiado

Chegamos ao bairro do Chiado pegando o bonde 28E da estação Martim Moniz. Dá pra chegar de metrô mas queríamos um experiência que fosse uma volta ao tempo.

Bonde 28E que nos levou ao Largo do Chiado

Bonde 28E que nos levou ao Largo do Chiado

Parte do trajeto

Parte do trajeto

No Largo do Chiado você pode tirar uma foto ao lado da estátua de Fernando Pessoa e parar no café “A Brasileira” muito famoso em Lisboa e que foi construído em 1905.

Fernando Pessoa

Fernando Pessoa

De lá você pode visitar a livraria Bertrand, a mais antiga da rede em Portugal. Dica: ao comprar o livro, eles podem inserir um carimbo que mostra que foi adquirido por lá.

Livraria Bertrand

Livraria Bertrand

Café dentro da livraria

Café dentro da livraria

Obs: para os fãs de Fernando Pessoa em Lisboa você também pode conhecer a Casa Fernando Pessoa. Em maio de 2019 ela estava em reforma e como ela fica um pouco afastada dos pontos turísticos tradicionais, vale a pena consultar o horário de funcionamento antes da visita.

Se você tiver a curiosidade de ver porcelanas portuguesas (e muito dinheiro) a loja Vista Alegre fica a poucos metros dali.

Porcelanas da loja Vista Alegre

Porcelanas da loja Vista Alegre

No mesmo bairro vale a pena visitar as ruínas do Convento do Carmo para conhecer o que restou do grande terremoto de 1755. O ingresso para adultos custava 4 euros em Maio/2019.

museu-carmo

museu-carmo-lisboa

museu-carmo-interno

Programe-se para conhecer o bairro e parar para almoçar ou jantar na Cervejaria Trindade, localizada num antigo convento. Falei mais sobre a cervejaria nesse post.

cerveja-lisboa


Viaje Conectado

Baixa Lisboa

O Elevador Santa Justa ou Elevador do Carmo, divide o bairro do Chiado e a Baixa Lisboa.

Elevador Santa Justa

Elevador Santa Justa

A Baixa Lisboa é o centro histórico da cidade. Vale a pena caminhar pela Praça do Comércio seguindo pela Rua Augusta até a Praça da Figueira.

Praça do Comércio

Praça do Comércio

Na Rua Augusta você encontra várias lojas e também o pastel de bacalhau famoso e tradicional da Casa Portuguesa que eu provei em Porto e comentei nesse post.

pastel-bacalhau-lisboa

Na Praça da Figueira, procure o Mercado da Praça da Figueira. É um ótimo lugar para comprar queijos e vinhos.

mercado-figueira

Bairro Alto

Nossa intenção era chegar ao Bairro Alto pelo Elevador da Glória (também conhecido como funicular ou ascensor). Ele é o mais conhecido das três opções, sendo os outros dois o Elevador do Lavra e o da Bica. No entanto ele estava desativado.

elevador-lisboa

Geralmente este elevador leva os turistas da Praça dos Restauradores com a rua São Pedro de Alcântara no Bairro Alto. Tivemos que subir uma bela ladeira a pé mas que também valeu a pena pois a rua tinha vários grafites interessantes.

caminho-ascensor-gloria

No final do trajeto, você consegue admirar a vista de Lisboa no mirante de São Pedro de Alcântara e seguir de lá para o bairro Princípe Real.

Bairro Alto em Lisboa

Bairro Alto em Lisboa

Príncipe Real

Príncipe Real e o Bairro Alto são claramente os bairros descolados de Lisboa.

Ao redor do Jardim Príncipe Real, tradicional jardim português, há diversas lojas vendendo artigos modernos e designers locais. Por lá você pode conhecer a Embaixada Concept Store para se deparar com marcas locais.

Ruas do bairro Princípe Real

Ruas do bairro Princípe Real


Seguros Promo

Hospedagem em Lisboa

Você vai notar que os bairros em Lisboa são bem próximos e você sempre estará nos arredores do Cais do Sodré. Se não conseguir ficar hospedado por lá, qualquer estação nos arredores da linha Verde do metrô facilitam pelo fato de não precisar fazer baldiação. Eu fique perto da estação Anjos.

mapa-metro-lisboa

Bilhete do metrô, ônibus e comboios é comprado uma vez só e você pode regarregá-lo

Bilhete do metrô, ônibus e comboios é comprado uma vez só e você pode regarregá-lo

Metrô de Lisboa

Metrô de Lisboa

Tive uma péssima experiência com o Hoteis.com e o hotel My Charm Lisbon Suites que contarei em breve para vocês. Mas a região é bem agradável.

Bares

O Bairro Alto é o lugar descolado para conhecer bares e baladas. Pela estação Cais do Sodré você também acessa a Rua Cor de Rosa, famosa pelas diversas opções na rua. Por lá conhecemos o Pink Wine Point (as mulheres piram com um bar todo rosa rs), o Bom, o Mau e o Vilão e a Pensão do Amor, antigo bordel que virou bar. Esses dois últimos são bem mais badalados por serem mais famosos.

O ambiete cor de rosa do Pink Wine Point

O ambiente cor de rosa do Pink Wine Point

O bom, o mau e o vilão é como se fosse a sala da sua casa

O bom, o mau e o vilão é como se fosse a sala da sua casa

 

Vale a pena descobrir as opções por conta própria também e contar aqui nos comentários o que você recomenda :)

A princípio pareceu seguro andar pelas ruas de Lisboa à noite, mas todo cuidado é pouco. É bem comum tanto em Lisboa quanto em Porto, oferecerem maconha para os turistas que caminham pela cidade. Não só a noite, em plena luz do sol e as mulheres também são abordadas.

Roteiro dia a dia

Em 3 dias inteiros, nosso roteiro ficou assim:

Dia 1: Belém, Cais do Sodré e Alfama (esse particularmente foi bem cansativo, então você pode adaptar conforme for conhecendo)

Dia 2: Chiado e Baixa Lisboa

Dia 3: Bairro Alto, Príncipe Real e Cascais

Se sobrar tempo, dá pra fazer bate e volta de Lisboa para Cascais, Estoril ou Sintra. Escolhemos Cascais e foi uma ótima opção. Em breve conto mais para vocês.

Gostaram da sugestão?

Para ver como foi a nossa viagem em Lisboa acesse o Instagram do Viagem de Fuga.

Você também pode ver as opções gastronômicas da cidade nesse post.




Booking.com

Patricia Furlan

Publicitária, psicanalista e apaixonada por viagens.

Comentários

Comentários

Posts Relacionados

Leave a Comment

Sobre a autora

Olá! Meu nome é Patrícia Furlan e sou paulistana, publicitária, psicanalista e apaixonada por viagens! Aqui você encontra minhas dicas de roteiros, cultura, gastronomia e experiências de turismo.

Reserve seu hotel

Booking.com

Melhor cotação de câmbio

Faça a sua reserva no AirBnb

Desconto AirBnb 250x250

Seguro Viagem na Europa

Seguro Viagem em Portugal