detalhes_templo_Sensoji (800x533)

Roteiro de 5 dias em Tóquio

Para montar o roteiro de Tóquio, peguei dicas com uma amiga que morou no Japão e dividi os lugares que gostaria de visitar pela proximidade entre eles. Levei em consideração também a localização do meu hotel.

Se você pretende comprar o JR Pass, considere se hospedar próximo às linhas do metrô da Yamanote Line pois o JR Pass é aceito e isso garante uma boa economia, já que os principais pontos turísticos também ficam perto das estações dessa linha.

Aí vai a minha sugestão de roteiro:

Dia 1: Parque Ueno, Asakusa e Odaiba

Como estávamos hospedados no Sutton Place Hotel Ueno comecei o meu roteiro pelas regiões próximas ao hotel. Primeiro por causa do jet lag, segundo porque se o cansaço batesse, não havia a necessidade de tentar entender o imenso mapa do metrô no mesmo dia.

Bairro Ueno em Tóquio

Bairro Ueno em Tóquio

Ueno é um bairro muito visitado pelos turistas. Começamos o roteiro pelo Parque Ueno que fica a 500 metros do hotel e é gigante: tem até zoológico! Não visitamos o Zoo porque era feriado no Japão e a fila era gigantesca, mas a atração principal não poderia deixar de ser o urso panda (que infelizmente, perdemos!). Há muitos pés de cerejeira (as famosas sakuras) por lá também, então durante a primavera o parque ganha um novo visual.

Mapa do Parque Ueno

Mapa do Parque Ueno

Parque Ueno

Parque Ueno

Se pretende visitar o zoológico e não estiver hospedado nessa região, sugiro reservar um dia inteiro até porque Ueno é cheia de lojinhas!

O parque também tem alguns templos pequenos

O parque também tem alguns templos pequenos

De lá, demos um pulo no hotel e fomos para Asakusa que fica a 1,2km e fomos a pé, mas para ir de metrô saindo do Sutton Place Hotel Ueno basta pegar a Ginza Line e descer na estação Asakusa.

Em Asakusa você vai visitar o Templo Sensoji e o Kaminarimon (Portão de Trovão), um dos mais populares do Japão. Você também pode se programar para conhecer a  e ver a cidade do alto.

Templo Sensoji é sempre bem cheio

Templo Sensoji é sempre bem cheio

Kaminarimon (800x533)

vista_templo (800x533)

Tokyo Skytree

Tokyo Skytree

Outra opção de passeio são os barcos da  Tokyo Water Bus que vão até Odaiba (região que eu amei e gostaria de ter ficado mais tempo!). Em Odaiba é possível caminhar beirando a Baía de Tóquio, tirar fotos ao lado da réplica da Estátua da Liberdade, conhecer o Museu de Cera, andar pelos shoppings (são três, um de frente pro outro!) e, ainda por cima, ter uma vista incrível da Rainbow Bridge, uma ponte que liga Tóquio a Odaiba. O shopping DiverCity tem todas aquelas lojas que a mulherada adora: Zara, H&M, Forever 21, etc, apesar de não serem tão baratas quanto as dos Estados Unidos.

Ticket do Tokyo Water Bus

Ticket do Tokyo Water Bus

Odaiba é cheia de luzes

Odaiba é cheia de luzes

Para os fãs de roda gigante como eu!

Para os fãs de roda gigante como eu!

Lembrando que este dia ficou extremamente corrido e daria para dividir em dois ou três dependendo do seu ritmo e da sua programação.

Dia 2: Estação de Tokyo, Ginza, Hibiya e Akihabara

Começar o dia na estação de Tokyo é ter vontade de trazer o Japão na mala! Lá tem muitas lojas com lembrancinhas fofas, desde Hello Kitty até personagens dos animes mais recentes do Japão. As lojas não são baratas, mas vale a pena conhecer a área comercial da estação. É daqui que saem também os trens que vão de Norte a Sul do país: o shinkansen (trem bala), os semi-expressos, metrôs e trens locais. É um dos locais mais cheios do Japão!

shopping_estacao_toquio (800x450)

As lojas que tem por lá

As lojas que tem por lá

De lá partimos para Ginza, bairro cheio de lojas de grife e também o local do famoso prédio da Sony. A avenida principal é a Chuo Dori que em épocas comemorativas fica toda enfeitada. Em Ginza também está o famoso restaurante da Alice (que você PRECISA conhecer!).

Loja da Sony

Loja da Sony

Ginza é o paraíso para os fotógrafos!

Ginza é o paraíso para os fotógrafos!

Você pode dar um pulo em Hibiya, também nessa mesma região. É lá que fica o Castelo Imperial, que não é aberto ao público, mas é possível tirar fotos a distância.

Hibiya Park

Hibiya Park

Em seguida Akihabara fez nossos olhinhos brilharem! Este é o maior centro de vendas de produtos eletrônicos de Tóquio. Há diversas lojas com produtos novos, usados, games, etc. Uma das maiores lojas (Yodobashi Camera) tem mais de 6 andares só com produtos eletrônicos! Lá também tem uma filial da Potato Store, vale a pena conferir!

Akihabara é parada obrigatória!

Akihabara é parada obrigatória!

Dia 3: Monte Fuji

Para chegar ao Monte Fuji eu peguei as dicas do blog Aprendiz de Viajante. Você precisa de um dia inteiro para este passeio porque o trajeto para chegar até lá demora um pouco.

Dei azar e só vi a pontinha do Monte Fuji! A foto é estilo "Onde está o Monte Fuji?" rs.

Dei azar e só vi a pontinha do Monte Fuji! A foto é estilo “Onde está o Monte Fuji?” rs.

Detalhe: aumentei saturação e contraste das duas fotos e mesmo assim dá pra ver muito pouco

Detalhe: aumentei saturação e contraste das duas fotos e mesmo assim dá pra ver muito pouco

Como eu tinha o JR Pass fui até Odawara e compramos o Hakone Freepass que inclui até 2 dias em Hakone e inclui aos transportes da região: trem, bondinho, barco e ônibus. Além disso, o passe dá direito a várias paradas em pontos turísticos na cidade além do próprio Monte Fuji. Um que recomendo e poucas pessoas param é o Museu do Pequeno Príncipe. Veja as informações no site oficial clicando aqui.

Mapa da Hakone Tozan Line

Mapa da Hakone Tozan Line

Mesmo sem ver o Monte Fuji, você se diverte pela cidade

Mesmo sem ver o Monte Fuji, você se diverte pela cidade

Museu do Pequeno Príncipe

Museu do Pequeno Príncipe

Dia 4: Yokohama

Yokohama foi um dos primeiros portos a liberar a entrada de navios ocidentais ao país. Seu ponto turístico mais famoso – Minatomirai – oferece muitas oportunidades de lazer: parque de diversões, passeios de barco e shoppings.

Cosmo Clock 21

Cosmo Clock 21

Você também pode curtir outras atrações como: o Raumen Museum (ou museu do lámen),  Hakkejima Sea Paradise que é um complexo aquático e o Yokohama Cosmo World, uma área com diversos brinquedos para adultos e crianças. Não deixe de ir no Cosmo Clock 21 e na montanha russa Diving Coaster.

Dia 5 – Shinjuku, Harajuku, Roppongi e Shibuya

Se quiser colocar na lista mais um centro comercial de Tóquio, este lugar é Shinkuju. A estação de Shinjuku é considerada a mais movimentada do mundo, com mais de 3 milhões de pessoas por dia.

O bairro também é considerado o distrito gay de Tóquio.

Shibuya_ruas (800x450)

Harajuku é um bairro famoso por suas lojas de grife e também por seus personagens. Muitos jovens fantasiados de animes japoneses circulam por lá. No início do ano é neste bairro que o Cirque du Soleil faz suas apresentações.

Roppongi é cheio de prédios empresariais. Seu prédio mais conhecido (Roppongi Hills), permite que os visitantes subam até o topo. Roppongi também é conhecido entre os jovens por seus bares e discotecas.

Roppongi

Roppongi

Shibuya é obrigatório no roteiro. Este bairro é o preferido dos jovens e tem o “kosaten” (cruzamento) mais famoso de Tóquio. Muitas pessoas visitam só pra tirar fotos das pessoas atravessando a rua! Mas, pra quem se aventura a conhecer os “becos” deste bairro, não se arrepende: há muita coisa pra se ver e descobrir em Shibuya! É em Shibuya também que fica a famosa estátua do Hachiko.

No cruzamento mais famoso do mundo

No cruzamento mais famoso do mundo

Hachiko

Hachiko

Acho que este roteiro atendeu muito bem as nossas necessidades e se eu tivesse mais um dia deixaria ele reservado para Odaiba por ser mais afastado. Se você tem menos tempo em Tóquio, considere fazer a programação do dia 1 (sem Odaiba), o dia 2 e o 5, pois os demais ficam mais afastados do centro e você vai perder um certo tempo para chegar.

Tem outra dica para o roteiro em Tóquio? Deixe suas dicas nos comentários!


Links Úteis para sua Viagem no Japão:

JR Pass | Seguro Viagem | Comprar iene no Brasil

 

Patricia Furlan

Publicitária, psicanalista e apaixonada por viagens.

Comentários

Comentários

Posts Relacionados

Leave a Comment

Sobre a autora

Olá! Meu nome é Patrícia Furlan e sou paulistana, publicitária, psicanalista e apaixonada por viagens! Aqui você encontra minhas dicas de roteiros, cultura, gastronomia e experiências de turismo.

Reserve seu hotel

Booking.com

Melhor cotação de câmbio

Japan Rail Pass

Seguro Viagem na Ásia

Seguro viagem asia 300x250